PGR Marques Vidal: a verdade da lenga-lenga

Não foi o ex-bastinário Marinho Pinto que disse que ‘a justiça portuguesa é muito forte para com os fracos e muito fraca para com os fortes’?
Foi, não foi.

Naquelas palavras é capaz de ser escondido o verdadeiro motivo para substituir a primeira Procuradora Geral da República não-corrupta: quem não sabe jogar o jogo mais antigo do mundo tem de ser substituido.

Senão, ainda vamos acabar com o maior banqueiro de Portugal e um antigo Primeiro Ministro nos calabouços! Mas, o quê é isso? Deve ser um equívoco! Uma justiça que é forte para com os fortes?
Que medo!

You may also like...