Morto na valeta

Acabei de ler sobre um morto a tiro em Roterdão hoje. Caramba! Pensava logo: Tenho que ser um pouco mais cuidadoso quando estou a escrever sobre a violência em Portugal…
De repente oiço 3 tiros, como duma arma automática: ta-ta-ta! Um minuto depois a minha esposa entra: ‘Há um morto aqui em cima, na valeta ao pé do nosso carro. Mas a GNR mandou-me voltar e ficar na casa.’

You may also like...