Maluco inteligente… e conamia

– O que não entendo, pá, é por que o gajo está a dizer que quer combater o ‘fascismo’… enquanto o presidente da Ucrânia é um judeu, por amor de Deus.

– Tens de perceber, Jaap, que o Putin não é comunista! Podes tirar esse cavalinho da chuva. Mas o Putin sabe melhor do que qualquer um que o povo russo guarda no seu coração um profundo ódio para com o fascismo. Ele está a brincar com os sentimentos dos próprios cidadãos e eles estão a cair que nem um pato.

– Mas se isso é verdade, José, por que o maluco está a financiar os partidos de extrema-direita em toda a Europa? Essa descoberta vai custar à Marine Le Pen a presidência da França.

– Por que o Putin pode ser um maluco… mas ele não é parvo. Tens de perceber duas coisas, Tiago… O Putin tem um ressentimento contra a democracia em geral – é considerada por ele uma forma de governo obsoleta. E por financiar a extrema-direita na Europa tentou enfraquecer o ocidente. O seu lema é: dividir e conquistar. Tem grandes planos com a Europa, sabes. Já conseguiu separar a Inglaterra da União Europeia, dividir os Estados Unidos e … se esse financiamento não fosso descoberto a tempo … a Marine Le Pen teria sido o próximo presidente da França. E isso tinha sido usado como argumento pelo Putin para combater … não, para libertar a Europa do fascismo.

– Caramba, pá, estou a perceber melhor o que está a acontecer ouvindo à tua análise do que às análises dos chamados analistas na televisão.

– Mas o Putin cometeu dois erros.

– Quais?

– Enganou-se na resiliência das democracias ocidentais e não esperava tanta resistência do povo ucraniano. Mas escute lá uma coisa… Esta guerra vai acabar mal para todos nós, não te enganes! E não estou a falar apenas sobre o aumento do preço dos combustíveis, mas também sobre a ameaça de falta de alimentos.

– Menos mal… tenho uns kilos para perder.

– Não digas isso, Jaap. Não estou a brincar.

– Peço desculpa.

– A Ucrânia é o celeiro da Europa, sabias?

– Também ouvi dizer que nove das dez garrafas de óleo de girassol vêm daí.

– É capaz. Seja como for, esta guerra vais ser um grande desastre económico.

– Oi, Zarak…! O José julga que esta guerra vai dar cabo da nossa economia.

– Então, vamos mudar para uma conamia.

– …

– Muito obrigado, amigo, para esse valioso contributo à nossa discussão.

You may also like...